Autenticidade

“Entende-se por autenticidade a certeza de que um objeto provém das fontes anunciadas e que não foi alvo de mutações ao longo de um processo. Na telecomunicação, uma mensagem será autêntica se for, de fato, recebida na íntegra, diretamente do emissor.” (Wikipédia)

Podemos entender que autenticidade é algo próprio e que não sofre mudanças com opiniões externas. Isso engloba diversas coisas: ideias, pensamentos, comportamento, fala e também o modo de se vestir e portar. Cada indivíduo é ÚNICO, porem ele só é autêntico quando não muda suas escolhas por medo do julgamento alheio.

O mais “engraçado” é que quando vimos, falamos ou conhecemos alguém autêntico acontecem duas situações distintas: as pessoas que julgam e as pessoas que admiram. Essas duas reações tem um denominador comum: elas gostariam de ser assim mas falta coragem, e sabe por quê? Porque o autêntico não depende da opinião alheia para acreditar em alguma coisa, ele tem sua própria opinião. Já os inseguros mudam constantemente em busca da aprovação dos que estão a sua volta. E esse sentimento é terrível, pois essa pessoa não consegue estar confortável.

O que mais queremos aqui é fazer com que você tenha coragem de ser autêntico (a):

  • Pense conforme as suas verdades! Nada te impede de mudar, pois somos humanos e aprendemos diariamente, mas não deixe de se manifestar!
  • Lance uma ideia sem medo das críticas porque elas virão, mas que saibamos utilizá-las para nosso crescimento, e não para nos diminuir!
  • Se você é uma pessoa bastante comunicativa, fala com todos e não tem vergonha: orgulhe-se! Não deixe de se expressar por conta dos ‘olhares’ maldosos de quem gostaria de ser igual a você!
  • Se você gosta de se vestir de forma criativa: que máximo! Poucas pessoas têm a coragem de ousar. Mostre a elas que tudo pode, podemos sempre inovar! Desde de que seja você mesma!

Já que nos duas somos do mundo da moda, abaixo buscamos alguns exemplos de pessoas que se vestem de forma autêntica. Nós entendemos que ser autêntica é ser original, é usar a composição do look de maneira que você se sinta bem e se ame. Você pode usar looks de inspirações – nós duas fazemos isso, e tá tudo bem -. Mas há uma diferença entre se inspirar e copiar. Quando nos inspiramos, apenas usamos como modelo pra produzir com o que temos em casa e do nosso jeito. Não queremos que alguém saia comprando tudo igual ao da coleguinha. Isso é ser você.

Entrando um pouco mais no mundo da moda, podemos dizer que dos 7 “famosos” estilos universais que tanto vimos por ai, o estilo criativo é o mais autêntico de todos. Mããããs, como não queremos enquadrar ninguém em uma caixa, todos os estilos podem usar algo de forma autêntica. Por exemplo: uma pessoa que é bem delicada, tem uma voz suave, é calma, gosta de cores em tons claros, candy, são pessoas com o estilo mais romântico. Isso não quer dizer que ela não seja original e autêntica. Ela pode usar algo do jeito que só ela usa, escolher uma composição que só ela faz, brincar com as cores na paleta candy e transformar o look apostando em algo que ninguém imaginaria, diferenciando-se dos demais.

“Seja a Maria que não vai com as outras.” 🙂

Estilo romantico com toque criativo
Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest

Por: Érika Waterkemper e Luana Barbosa

Receba conteúdo com exclusividade

cadastre seu e-mail abaixo

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

VEJA MAIS...

Por que economizamos nossas roupas?

Você “economiza” sua roupa e usa pouco pra ela durar? Guarda para uma ocasião especial? Gentemmmm: por que a maioria de nós economizamos a roupa