Identidade

Identidade é o conjunto de características próprias e exclusivas com os quais se podem diferenciar pessoas, animais, plantas e objetos inanimados uns dos outros, quer diante do conjunto das diversidades, quer ante seus semelhantes.” (Wikipédia)

Quando falamos ou pensamos em identidade, logo nos vem à cabeça duas situações opostas: uma em relação aos medos, frustrações e anseios e outra que nos remete ao autoconhecimento, autoestima, liberdade, originalidade e potencial.

Quando descobrimos nossa identidade o crescimento pessoal vem de encontro.

Nós mulheres, pensamos no que temos para fazer, no que temos que arrumar, no que ainda nos falta, no futuro e esquecemos de viver o hoje, o agora, esse presente que temos em nossas mãos de ser quem a gente é.

Eu fico pensando: “que chato não ser eu”.

Vivemos dentro de uma caixinha onde ainda existem regras de sim e não, pode e não pode, certo e errado…

Você já parou pra pensar no que você é boa? O que faz seu olho brilhar? Quem é você e porque você veio a este mundo? Somos peças de um quebra-cabeça e cada uma tem sua função indispensável para o todo.

Quantas vezes queremos estar no lugar de outra? Desejamos o sucesso de outra? Olhamos tanto para o que a outra tem que esquecemos de agradecer o que já temos.

Ainda vejo muita comparação frustrando muitas de nós.

Eiii, deixa eu te dizer que é lindo ser você. Não a cópia da outra. Lindo mesmo é ser única, original, autêntica. Fomos criadas pra isso, sabia?! Você tem que acreditar em você, no seu potencial, na sua capacidade, e em você.

Ninguém é tão ruim que não possa ensinar algo ou tão bom que não precise aprender nada.

Se somos parte do todo, já parou para pensar que precisamos umas das outras para crescer e evoluir? Ninguém faz nada sozinha. Construímos algo muito maior quando estamos unidas do que conseguiríamos se fizéssemos sozinhas.

Quando você sabe quem é, nada a impede de florescer no seu papel. Isso vai refletir automaticamente na sua imagem. Tudo começa no seu interior – e eu sei que isso pode até soar clichê mas é a mais pura verdade.

Quero te fazer um convite: se olhar no espelho hoje só pra ver o quanto você é linda do jeito que é. Olhe pra dentro de você, a mulher que cuida das crianças em casa e se dedicou ao lar e a família, a mulher que é mais ‘cheinha’ e ama sua liberdade de ser assim porque é feliz e sua saúde está em dia, a mulher que sai pra trabalhar e chega em casa exausta, a empresária que não tem hora, a mulher que iniciou algo novo e é cheia de coragem. Poderia citar “N” exemplos.

O recado é: ame-se como você é. Você vai muito além da aparência. O que realmente importa é o que você É e não o que você FAZ.

Nós geralmente olhamos para o lado, pra grama da vizinha e fizemos comparações, andamos iguais, nos vestimos iguais, falamos iguais, e isso tudo inconscientemente.

Que tal você quebrar a regra de onde você está? Já pensou ser você, usar o que você quer com suas amigas sem ter que se preocupar de quando sair da roda elas falarem de você? Quando falamos algo do outro, na verdade é algo que precisa ser resolvido em nós mesmas primeiro.

Você pode e deve ser você mesma com seus defeitos e qualidades, amar isso, aceitar e mostrar ao mundo sem dizer uma palavra se quer, apenas pelo modo como se veste, afinal, suas roupas falam sabia? Elas dizem o que você não diz.

A partir de agora o convite está feito!

#quebrandoregras #sejavoce

“Seja único, o mundo já está cheio de copias mal feitas.”

Por: Érika Waterkemper Biléssimo e Luana Barbosa

Receba conteúdo com exclusividade

cadastre seu e-mail abaixo

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

VEJA MAIS...

Por que economizamos nossas roupas?

Você “economiza” sua roupa e usa pouco pra ela durar? Guarda para uma ocasião especial? Gentemmmm: por que a maioria de nós economizamos a roupa